O Sabor do Saber

            Por Conceição Barros

Começo esta conversa, lembrando que numa das suas provocações filosóficas, o Professor Mário Sérgio Cortella, faz alguns questionamentos interessantes!

Um bom filme não é exatamente aquele que, quando termina, ficamos insatisfeitos, parados, olhando quietos para a tela, enquanto passam os letreiros, desejando que não cesse?

– Um bom livro não é aquele que quando encerramos a leitura o deixamos um pouco apoiado no colo, absortos e distantes, pensando que não deveria terminar?

E qual seria a sensação de quem sai de uma palestra muito boa, de um encontro de educação, ou como agora se diz um excelente trabalho de formação? Pois assim foi…

Aconteceu em nossa escola na Primeiros Passos, (Vitória da Conquista/BA) na abertura deste ano letivo, um desses encontros de formação da Professora Doutora Vera Melis com as nossas professoras.

Conteúdo trabalhado?

Construção do currículo da Educação Infantil. E para torná-lo ainda mais atraente, como quem faz um prato e capricha na apresentação para tornar mais aguçado o apetite, o tema escolhido pela professora foi: SABERES, FAZERES E SABORES NA PRIMEIRA INFÂNCIA.

O trabalho transcorreu de uma forma tão científica, ao mesmo tempo tão prática, leve e interessante que ao final da formação, todos os participantes ficaram como que paralisados, absortos e distantes…

Presente ao evento participando como gestora de quase todas as explanações, pude ver, pude observar que naquela oportunidade ocorreu exatamente o que descreve o Professor Cortella: quando acabamos de ler um bom livro, ou, de ver um bom filme.

Diante das colocações e tensões vivenciadas, no final do curso, as nossas professoras sentiram-se como que insatisfeitas ou mesmo incompletas… (depoimento de algumas)

Naquele trabalho sobre a construção do currículo na educação infantil, não foram oferecidas normas, prescrições, ou mesmo como se costuma dizer receita pronta!

Mostrava sim de forma bastante técnica os ingredientes, e, o trato com eles.

Diz o professor Rubem Alves, que o “escritor não escreve para comunicar saberes. Escreve para comunicar sabores”. Pensamos que, o professor diferentemente do escritor, tem que fazer o saber com sabor!!

Estavam ali pois, fazendo ciências juntas, a professora Vera Melis ministrante e as professoras participantes. Pensando juntas todas elas, que o saber quando bem preparado e degustado tem sabor sim!

A professora refletia e reforçava para as participantes, pois não era o assunto novidade para nenhuma delas, já que todas são graduadas, com prática na docência, que, as crianças na faixa etária dos 2 aos 6 anos, e nas seguintes, precisam de saber com sabor, aprender com prazer, até porque, a aprendizagem é cognitiva, mas, tem um forte componente emocional!

Desta forma, iniciou-se o ano letivo de 2017 no Centro de Educação Infantil Primeiros Passos com o SABOR DO SABER.

 

5E1A5674 Maria da Conceição Meira Barros  graduou-se em Pedagogia (Habilitação em Supervisão Escolar), Especialização em Programação de Ensino. Implantou e dirige o Centro de Educação Infantil Primeiros Passos, que ela mesma fundou há 12 anos, seguimento que atende crianças do Berçário aos 6 anos. Atualmente em parceria com a Systemic Bilingual é a primeira escola de Educação Infantil no interior do Estado da Bahia a implantar o Programa Bilíngue. Na sua trajetória como educadora, foram marcantes suas atuações como Secretária Municipal de Educação de Vitória da Conquista, como Pró-Reitora de Planejamento da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e como Diretora do Instituto de Educação Euclides Dantas, além de supervisora pedagógica em escolas particulares da cidade. Na sua condição de escritora e cronista, ofereceu ao público-leitor a boa, recriadora e confortável leitura, com a publicação de três obras: “Vouando”, em 2000; “Essência”, em 2007, e “O Fascínio das Catedrais”, em 2013. Contato: ceprimeiropasso@yahoo.com.br

Anúncios

8 comentários em “O Sabor do Saber

  1. Sua experiência como educadora aguçou o seu olhar sobre o papel do educador na tarefa de despertar no educando o sabor do saber. A sua sensibilidade de cronista nata, atenta aos fatos durante a Jornada Pedagógica fez nascer este belo texto . Parabéns, Conceição, por esse amor imensurável pela educação.

    Curtir

  2. Assim se expressou a escritora mineira, Adélia Prado: “Não quero faca, nem queijo. Quero a fome.”
    Esse desejo de comer, de saborear, de degustar, de aprender, é que encanta o aprendiz e o torna faminto pelo conhecimento!
    Parabéns, Conça, pelo empreendedorismo e pelo talento dedicados à causa da educação conquistense! Parabéns pelo contributo às nossas letras, com obras gestadas com tanto zelo e tanta inspiração!
    O seu idealismo e o seu comprometimento estão assinalando os primeiros passos dessa nova geração de ávidos pelo conhecimento!

    Curtir

  3. Texto belíssimo e cheio de saberes e sabores. Parabéns Conceição por sempre acreditar na educação e em sua base que são os aprendizes infantis. Você vem dando uma enorme contribuição a nossa cidade, aos nossos professores e as nossas crianças. Feliz é quem está perto de você, pois em tudo que faz acrescenta saberes, valoriza os diferentes aprendizados e nos dá um belo exemplo de aprender com sabor. É capaz de fazer o melhor prato com ingredientes tão básicos e essenciais para a educação: professor, aluno, planejamento, conhecimento e gestão. Sucesso!!!!

    Curtir

  4. Parabéns Conceição! Realmente o sabor no saber deve permear a nossa ação diária como educadores. Desenvolver e acreditar em uma educação transformadora faz com que olhemos e foquemos nossas praticas educativas como um “prato” irresistível para se degustar. O sucesso está exatamente na forma, no carinho, na atenção e no amor de como esse “prato” será preparado. Você é mil! Parabéns pelo seu trabalho. Um grande abraço! Zuleica

    Curtir

  5. Parabéns, Conceição!!
    A sua dedicação, determinação, competência e potencialização dos sonhos nos contagia. Além de nos oferecer estímulos e oportunidades de aprimoramento para uma busca constante de conhecimentos, inovação e, consequentemente, contribuir para a qualidade educacional na primeira infância.
    Que possamos viver todos os seus sonhos e possibilidades com a criança pequena… “Sonhar com a educação simboliza estendê-lo a todos do seu convívio”. Você, o faz muito bem!!

    Curtir

  6. Parabéns, Conceição! Você tem o dom de plantar….de plantar novidades. Busca sementes de outros campos, prepara a terra e faz com que a ideia germine e dê frutos. Muitos jardins se formaram por suas mãos, mas isso para você é passado. Você sempre busca novos desafios, novas sementes, aquelas desconhecidas. Incansavelmente busca novas técnicas de jardinagem, novamente prepara o terreno, ensina os jardineiros e passa para a próxima missão. Isso é ser uma gestora!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s